À frente da Frente é um quadro das histórias dos colaboradores que fazem as coisas acontecerem na empresa, com garra e muita dedicação para juntos chegarmos mais longe.

 

Hoje, você conhecerá a história do Marcelo, com 20 anos de experiência no mercado cambial.

 

Conte um pouco de sua história profissional e sua história na Frente:

Sou o Marcelo Santos, atuo na área de B2C em Porto Alegre (RS).

 

A minha trajetória no mundo cambial começou em 2000, como estudante de Comércio Exterior.

 

Estagiei no Banrisul na carteira de câmbio digitando contratos na PCAM300 Sisbacen tela verde, no qual recebia documentos de cobrança e carta de crédito.

 

Também tive a oportunidade de fazer outro estágio no setor de câmbio no Banco do Brasil em Porto Alegre.

 

E segui com outras experiências profissionais em consultorias de comércio exterior, despachante aduaneiros, e em outras corretoras de câmbio, onde participei do processo de mensageria ao desenvolvimento de parcerias comerciais até a coordenação da mesa de câmbio comercial e financeiro.

 

Estudei no exterior e nos turnos inversos à universidade, exerci com maestria as funções de kitcheand (lavador de pratos) e depois de assador numa churrascaria brasileira.

 

Sou formado em Administração com ênfase em Comércio Exterior, com especialização em “Business Administration” pela Group GCA da Austrália.

 

Possuo MBA em Gestão de Vendas pela ESPM e MBA em Gestão de Serviços, além de diversos cursos dentro da área de câmbio e PLD/CFT. E já participei de vários encontros com escritórios de investimentos sobre transferências e aplicações no exterior.

 

Quando eu atuava como concorrente da Frente Corretora, acompanhava o seu destaque no mercado e a forma como fazia suas postagens, percebia a maneira revolucionária que tinha para cadastrar seus clientes e a coragem ao iniciar algumas operações na tecnologia Ripple (Simple).

 

 

Como sua história se conecta com a história da Frente e seus desafios?

Com o conhecimento e o bom relacionamento com empresas e agentes do setor de câmbio, procurei a Frente inicialmente como indicador de negócios, e, logo em seguida, fui convidado para participar da equipe de prospecção de clientes finais (B2C), com objetivo de aumentar o número de clientes e negócios, prestando um serviço de qualidade.

 

De modo simples, desburocratizar as operações para os clientes, com apoios de tecnologias, e assim se tornar referência de câmbio para PJ e PF.

 

 

Qual mensagem você pode transmitir para os profissionais que tenham interesse em conhecer mais sobre nós?

Esse fator de ser uma empresa jovem, com espírito inovador e com a tecnologia jogando ao seu favor, num mundo tão globalizado no qual precisa de ações rápidas. A Frente transforma a burocracia cambial em simples ações, e possibilita maior acesso a todos que queiram participar deste processo de desbacarização. Essa é a Frente Corretora que eu vejo.

pt_BR