De olho no mercado – 09 de julho de 2020

Mercado mundial

Ações devem abrir mistas; Walgreens e companhias aéreas em foco

As ações dos EUA devem abrir mistas com foco nos números de pedidos de seguro-desemprego.

 

Às 8h32 (horário de Brasília), o contrato futuro de Dow caía 39 pontos, ou 0,1%, enquanto o contrato futuro de S&P 500 subia 0,02% e o contrato futuro de Nasdaq 100 subia 0,5%.

 

Os holofotes mais tarde estarão sobre a Walgreens Boots, que deve divulgar seus números trimestrais, bem como as ações das companhias aéreas. A United disse que poderá dispensar até 45% de sua força de trabalho, cerca de 36.000 pessoas, até outubro, como resultado da queda na demanda por viagens aéreas. Leia mais

 

 

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA

Os EUA divulgarão a atualização dos pedidos iniciais e contínuos de seguro-desemprego às 9h30 (horário de Brasília) para um mercado cada vez mais preocupado com o risco de uma nova desaceleração devido à pandemia.

 

Na verdade, os pedidos contínuos aumentaram na semana passada, mas devem cair em mais de 300.000 para 18,95 milhões, enquanto os pedidos iniciais – que superaram repetidamente as expectativas dos analistas nas últimas semanas – deverão diminuir em 52.000 para 1,375 milhão. Leia mais

 

 

Mercado brasileiro

Dólar fecha em queda com exterior positivo e dados locais melhores

O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira, com a moeda estabilizando o movimento de baixa na parte da tarde em meio a um dia positivo para ativos de risco no exterior e a dados acima do esperado no Brasil, depois de uma manhã de intenso vaivém nos preços.

 

O dólar à vista caiu 0,71%, a 5,3473 reais, mas não sem antes mostrar volatilidade, especialmente durante a manhã.

 

A divisa abriu em queda de cerca de 0,6%, zerou o movimento, foi à máxima do dia ao subir 0,17% e tornou a cair até a mínima do dia (queda de 1,24%) antes de desacelerar as perdas, mas ainda conseguir encerrar em baixa. Leia mais

 

 

Ibovespa quase bate 100 mil pontos com ânimo sobre retomada da economia

O Ibovespa quase bateu nos 100 mil pontos nesta quarta-feira, fechando em alta de mais de 2%, com apostas positivas na retomada econômica em um ambiente de taxas de juros extremamente baixas prevalecendo sobre o cenário ainda nebuloso quanto à pandemia de Covid-19.

 

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa marcou 99.769,88 pontos no final do pregão, elevação de 2,05%. No melhor momento, chegou a 99.972,78 pontos. A última vez que superou os 100 mil pontos foi em 6 de março, antes do agravamento da epidemia do coronavírus no país. O volume financeiro no pregão somou 26,3 bilhões de reais. Leia mais

 

 

Senado aprova MP que protege bancos contra efeitos de variação excessiva do câmbio

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira o projeto que protege bancos e corretoras com investimentos fora do país contra os efeitos de uma variação cambial excessiva, informou a Agência Senado.

 

O texto, que se originou da Medida Provisória 930, segue agora para sanção presidencial

 

O projeto altera a tributação sobre o hedge que instituições financeiras fazem sobre investimentos para compensar prejuízos que possam ter com variações no câmbio. O governo argumenta que a pandemia da Covid-19 impôs a esses investimentos uma volatilidade cambial maior.

 

O Banco Central argumenta que a mudança corrigirá distorções na tributação de investimentos fora do país. Na regra atual, a variação cambial sobre a parte protegida do investimento não é tributada, mas a variação sobre o hedge, sim. Isso diminui o valor líquido do seguro, exigindo que os bancos busquem uma proteção mais custosa para compensar. Leia mais

Entre em nosso canal de informação no Telegram

 

Marketing Frente Corretora

Marketing Frente Corretora

Fique por dentro de todo
conteúdo e Descontos

Outros assunto relacionados

Guia do Mercado Cambial: Dicionário de Termos
O mercado de câmbio é uma esfera fundamental da economia global, desempenhando um papel crucial em negócios...
Pagamentos Internacionais para Empresas: Existem Alternativas ao Swift?
Em um mundo cada vez mais globalizado, as transações financeiras internacionais se tornaram uma rotina...
Tendências Globais em Câmbio para Negócios Internacionais
As novas tecnologias de câmbio estão abrindo novas fronteiras para os negócios internacionais. É fundamental...