De olho no mercado – 10 de agosto de 2020

Mercado mundial          

Maioria das Bolsas da Ásia fecha em alta após dados chineses

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta segunda-feira, 10, após dados chineses reforçarem esperanças de que a segunda maior economia do mundo está se recuperando da crise do coronavírus.

 

O mercado de Hong Kong foi exceção, com queda de 0,63% do Hang Seng, a 24.377,43 pontos. Na semana passada, os EUA anunciaram sanções a várias autoridades de Hong Kong, incluindo a chefe do executivo, Carrie Lam, por seu papel na repressão a dissidentes políticos. Leia mais

 

 

Guerra tecnológica entre EUA e China avança com TikTok

A investida americana para banir a operação do aplicativo TikTok é o novo capítulo da mudança do cenário nos Estados Unidos para as empresas chinesas, especialmente as de tecnologia. Durante o governo Trump, a relação de Washington com Pequim piorou quando o assunto é comércio, segurança nacional ou tecnologia, mas nos últimos meses o ambiente para empresas que tentam furar a linha de separação entre as duas potências se tornou especialmente hostil.

 

O uso da plataforma chinesa de vídeos curtos explodiu entre os adolescentes americanos e foi definida pelo jornal New York Times como “a primeira história de sucesso verdadeiramente global da internet chinesa”. A ByteDance, dona do TikTok, tentou contornar a separação entre os dois países ao armazenar dados fora da China e contratar nomes americanos para gerir o aplicativo. Não foi suficiente. Os americanos argumentam que a China está engajada em uma campanha de espionagem internacional para adquirir tecnologia que dê vantagem às empresas chinesas, e que aplicativos e redes de tecnologia ameaçam a segurança nacional. Leia mais

 

 

Mercado brasileiro

Mercado melhora levemente projeção do PIB para -5,62%; Selic, IPCA mantidos

O Banco Central divulgou, nesta segunda-feira (10), mais uma edição do Boletim semanal Focus, trazendo, pela sexta semana consecutiva, a estimativa de menor queda do crescimento da economia brasileira em 2020. Além disso, os economistas mantiveram a expectativa para o IPCA e mantiveram para o dólar e taxa Selic, depois da decisão do Copom da última quarta-feira e dos números do IPCA, divulgados na sexta-feira.

 

Em relação ao dólar, as apostas de 2020 foram mantidas R$ 5,20 pela oitava semana consecutiva, após encerrar 2019 a R$ 4,0195. A moeda americana iniciou o forte período de volatilidade após o Carnaval, quebrando sucessivos recordes máximos de fechamento, chegando a se aproximar de R$ 6,00 em meados de maio. Leia mais         

 

 

Crédito do BNDES tem alta de 247,8%

Após passar por um processo de encolhimento no governo de Michel Temer e no início do governo de Jair Bolsonaro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltou a ser protagonista na liberação de crédito durante a pandemia do novo coronavírus.

 

Dados do Banco Central mostram que, apenas no segundo trimestre deste ano, o banco de fomento concedeu R$ 17,2 bilhões de crédito a empresas de todos os portes. O montante é 247,8% maior que o verificado no primeiro trimestre do ano, quando o surto de covid-19 ainda não havia se intensificado. Apenas nas linhas de capital de giro, o avanço foi de 4.040,5%. Leia mais

Entre em nosso canal de informação no Telegram

 

Marketing Frente Corretora

Marketing Frente Corretora

Fique por dentro de todo
conteúdo e Descontos

Outros assunto relacionados

Economia global e o mercado cambial
O mercado cambial é influenciado por diversos fatores, sendo a economia global um dos principais. É importante...
De olho no mercado – 18 de fevereiro de 2022
Comece o dia bem informado!   Mercado Internacional   Minério de ferro tem maior queda semanal...
De olho no mercado – 16 de fevereiro de 2022
Comece o dia bem informado!   Mercado Internacional   Ata do Fed deve fornecer detalhes sobre...