Frente's Blog

A nova tendência do correspondente cambial: Tornar-se uma fintech

Correspondente Cambial

A nova tendência do correspondente cambial: Tornar-se uma fintech

O modelo de correspondente cambial no Brasil é relativamente recente, tem cerca de 7 anos. Ele nasceu com o intuito de facilitar e ampliar a troca de moedas estrangeiras no País.

Este modelo tem como benefício promover maior segurança e comodidade, possibilitado o acesso de turistas ao mercado oficial e proporcionando processos mais transparentes nas operações de compra e venda de pequenos valores.

O correspondente cambial funciona como uma extensão de bancos e corretoras – obrigatoriamente, ele deve estar filiado a alguma instituição de acordo com as normas do Banco Central – que geralmente fica posicionado em distintas localidades, o que amplia sua área de atuação.

Os estabelecimentos mais comuns desta modalidade em geral são hotéis, operadoras e agências de turismo.

De forma prática, o correspondente (Desde que tenha toda a documentação aprovada pelo Compliance da instituição) pode vender ou comprar, diretamente, até 3 mil dólares por operação.

Nos casos de valores mais altos, este correspondente cambial precisa necessariamente encaminhar a proposta de compra e venda para a instituição de sua filiação.

O modelo tal qual se mostra benéfico para corretoras e bancos, já que não é necessário montar uma estrutura tão complexa para que os correspondentes exerçam suas funções.

E o e mais importante, proporciona uma cobertura geográfica abrangente, o que facilita o processo para o cliente final, com a mesma possibilidade de negociação de cotações e taxas de suas instituições de filiação.

Mesmo recente, este modelo já demonstra potencial para aperfeiçoamento. Hoje, a Frente Corretora possibilita em sua plataforma SIMPLE, a possibilidade de tornar cada correspondente em uma FINTECH.

Aqui, cada novo parceiro recebe uma plataforma customizada com a sua identidade visual e que possibilita tanto operações de compra de papel-moeda quanto remessa de pequenos valores, ambas com o limite de 3 mil dólares por operação (E limite anual e R$ 65 mil por CPF)

Este novo modelo de parceria vem revolucionando o mercado de cambio, já que emprestamos a conveniência e a boa experiência de compra à marca de cada um de nossos parceiros, além de todo nosso processo de compartilhamento de receita, que é o mais justo e flexível do mercado.

Se você quer fazer parte da revolução na forma de comprar papel moeda e de enviar dinheiro ao exterior, venha para a Frente Corretora e vamos construir algo extraordinário.

Clique aqui e mude hoje mesmo a sua história!

Fonte: Frente Corretora e Administradores.com


O Correspondente Cambial é um dos negócios que mais cresce no mercado financeiro, pois proporciona grandes oportunidades de escala e é 100% especializado em um mercado com alta demanda.

Para ajudar você nisso, criamos um E-book com conteúdo explicativo sobre câmbio, para você já mergulhar de cabeça. Se você quer se tornar um correspondente cambial, sua jornada começa agora!

Baixe agora mesmo!

Compartilhe esse post: